quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Horizonte.

Um dia, uma chuva de flores amarelas cairá sobre mim,
E eu deixarei de ser eu, pra ser muito mais do que a vida toda fui.
Eu finalmente estarei em paz, alcançarei muito mais.
Pros outros, só lembranças, talvez saudade...
Serei todas as árvores que abracei, todos os caminhos pelos quais passei,
Serei todos os beijos que dei, todos os que amei.
Serei o horizonte que nunca cheguei, serei as núvens pras quais só apontei,
Eu estarei, no limite do mundo, no infinito do tudo.
Serei todos os abraços, todos os sorrisos, as lágrimas...
Serei o que a vida toda em pensamento, tentei alcançar.
Finalmente chegarei ao fundo do mar...
Serei parte, serei todo, todos...tudo.
E por isso, todas as lágrimas não me fazem sentido,
Por que hoje, ainda viva, consegui enxergar
Que a vida não passa, de um grande esperar...
Esperar um dia estar, sem limite de tempo e lugar.


Selmy Menezes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário