terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Caminhar.

 Esses dias, ando tremendamente aflita, esperando ansiosa o resultado dos meus vestibulares, passo horas sentada olhando o canto da parede, imaginando as possibilidades tão incertas do meu futuro, ir ou não pra faculdade! Ou passar mais um ano aqui, vivendo a vida que vivem por mim.

Isso me fez pensar noutra coisa, nas esperas da vida. Os bebês esperam quase toda hora que alguma coisa traga sua mãe pra perto deles, que lhes deêm comida, banho, etc e tal; os jovens esperam a "vida", como se esta viesse pronta embrulhada numa caixa enfeitada e um cartão de felicidades: "Agora vc é adulto, aproveite sua casa, seu carro e seu emprego!" ; e os velhos, estes já deixaram seus pais, não esperam por suas mães, não esperam a vida, a maioria ja desistiu dela, e por fim esperam o fim da mesma.

A maioria das pessoas agem, como se a vida fosse uma eterna espera, e não uma espera por qualquer coisa! Não!! Uma espera por uma situação perfeita, pelo emprego perfeito, o casamento perfeito, as viagens, os filhos, os cães, os carros...Tudo está lá, num futuro próximo ou não, mas está, e é só esperar.

Engano. A "vida" não está lá escondida pelas frestas do futuro, não, ela está atrás de cada passo dado.
Eu ouço muito, de homens e mulheres, reclamações sobre seus relacionamentos amorosos, homens têm reclamações diferentes das mulheres, mas todo mundo, sem excessão, esperam mais do que se dão.
A vida, não é uma espera, e sim uma eterna entrega. Nós, e tão somente nós, somos os causadores do futuro, nós fazemos de nossa existência uma vida.

O romantismo do casal dos filmes, o faculdade dos comerciais de tv, a felicidade vitalícia, são coisas que nós mesmos construímos.
A felicidade se esconde atrás do primeiro sorriso que damos ao acordarmos.
O romantismo está sempre atrás da flor que nós entregamos, e não da que esperamos.
A faculdade está atrás de cada livro lido.

Demos pois, os primeiros passos, a caminhada é longa, e lá no futuro, a vida está a se desembrulhar.

4 comentários:

  1. acho que você tem que escrever logo um livro, ou me mandar as historias da Sarah de novo!!!! estou meio perdida sem ela...
    beijo

    ResponderExcluir
  2. voltei aqui para te mostrar que voltei a blogar... hehehehehee
    saudades flor

    ResponderExcluir
  3. Esquente não Selmy entrando ou não na faculdade o esquema é curtir,se entrar vai curtir muito principalmente você que gosta de chá existe uma variedade enorme de chás no ambiente universitário tenho certeza que vai querer apreciar.
    bjos

    ResponderExcluir