segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Mulheres árvores.

Rubem Alves costuma plantar uma árvore cada vez que alguém importante para ele morre, essa árvore plantada deve se parecer com quem morreu, lembrar sua personalidade. Alves plantou uma camélia quando sua mãe faleceu.

Camélias são as flores que mais me chamam atenção, nunca soube porquê. Porém, nos ultimos tempos, tenho lido tanto a respeito das mulheres, do feminismo, do cristianismo, etc e tal, que eu entendi porque meu coração se comove quando vejo uma camélia.

Camélias são árvores que imitam pessoas. Não todas as pessoas, somente as que são tristes, as que são presas, representam as pessoas que são enraizadas num sistema triste, pessoas que queriam voar e não podem. Assim como os pensamentos mais belos que essas pessoas presas têm, as camélias dão flores que contradizem seus galhos e folhas grosseiras, são flores que representam a liberdade que suas raizem impedem de abraçar, flores que representam a beleza que existe no pensamento.

Algum dia, todas as flores vão voar, não somente as minhas, mas as de toda humanidade, e nos tornaremos livres dos trilhos, das regras, ras raizes.

Eu queria ser um pássaro, e não uma árvore, mas a terra ainda cobre meus pés, enterra minhas ásas, prende minhas flores.

6 comentários:

  1. Gostei do texto, Sel. Impressao minha ou ele dialoga com o meu? Lindo demais o final "Eu queria ser um pássaro, e não uma árvore, mas a terra ainda cobre meus pés, enterra minhas ásas, prende minhas flores." Uma das melhores coisas que vc jà escreveu!!

    ResponderExcluir
  2. Belíssimo texto!! cada dia que passa tenho mais orgulho de tê-la como filha. E concordo com Cecília,foi uma das coisas mais belas que vc.já escreveu!! E tenho certeza que ainda veremos muito mais!!

    ResponderExcluir
  3. Tenho a impressão que a humanidade foge da liberdade,gostaria de ser livre para amar mais amo dentro de contextos não saio da história da sociedade para amar.Tudo é grande já não te vejo tenho sentimentos estranhos enfim sou um pássaro atrás de uma gaiola a humanidade é absurda é complexo ver sentido na vida talvez um dia você entenda isso,mais tudo isso que tu dizes em seu blog é a compreensão do final da vida a mortalidade tem significado a vida não,significado da vida não é mais preocupação mais sim o processo de emancipação da mesma.

    ResponderExcluir
  4. a brutalidade é a solidão,Mel deveria se mudar pra Sampa!

    ResponderExcluir
  5. Wow, vc escreveu seu texto antes de ler o meu?? Sério? Fantàstico! Eu tinha certeza que era uma "resposta".

    ResponderExcluir
  6. A gente se entende, né?
    Mas veja que admiro tanto o pássaro quanto a árvore e ainda a folha. O que seria do pássaro se não houvessem árvores pra abrigá-los? O que seria da árvore sem os pássaros que colaboram com a reprodução, sem as folhas que fertilizam o solo? acho importante ver que cada um tem sua função. Nós, observadores, devemos aprender com ambos. Há momentos para ser forte e sólido como a árvore e momentos pra voar como o pássaro (ou a folha). Tudo está em Eclesiastes! :)

    ResponderExcluir