terça-feira, 10 de agosto de 2010

Os loucos.


Numa reportagem que eu vi sobre loucos internados em hospícios e em casas de recuperação, a jornalista fez uma pergunta à diretora do hospício: "o que é loucura pra você? Quem é realmente louco?" a diretora respondeu:
-São muitas as teorias, mas a melhor delas eu ouvi daqui de um paciente, ele disse: "aqui não há nenhum louco, somente pessoas que não suportaram a loucura do mundo".
A jornalista ficou satisfeita com a resposta, afinal se ninguém explica na exatidão o que é ser normal, quem vai dizer o que é ser anormal? Pois os "normais" são os que andam conforme a moda, falam de maneira comum, comem coisas normais à sua região, enfim...Mas todas essas coisas estão já tão longe do Eu verdadeiro, que todos nós entramos no grupo dos anormais.

A maioria dos filósofos acabaram loucos e sozinhos, porque os que pensam muito, acham defeitos graves no sistema, nas pessoas, nas cidades, nas polícias, se afastam de todas essas coisas para não entrarem em confronto consigo mesmo, para não fazerem parte do que julgam como errado, logo, estão sozinhos, longe de tudo e de todos...pensando..., eram loucos ou eram os verdadeiros normais, racionais?...vai saber...

Ainda estou pensando sobre o passado, presente e futuro...não consigo concluir, mas é assunto pra outra hora, odeio escrever sobre o que eu não tenho um pouquiiinho que seja de certeza, é triste demais mudar de idéia e ter que apagar textos por ai...

bju povo
dois bejos xuxu!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário