quarta-feira, 24 de março de 2010

Tristezas X Alegrias

Então....Pra quem não sabe, domingo passado eu fiz uma prova pra entrar num cursinho pré vestibular (na Facens, uma faculdade daqui), eu estava empolgada sabe, seria legal fazer cursinho esse ano, não me esforcei muito, no dia da prova acordei 6:30 da manhã, o Augusto acordou bem humorado e tomamos chá no café da manhã...certo. Fomos pra Facens, chegamos 8:30, a prova seria às 9h, achamos minha sala, ele foi embora, a prova começou, tinhamos 4h para fazer a prova, eram 50 questões, fiquei espantada ao ver que metade da sala saiu na primeira hora, achei incrível terem feito tão rápido (ou será que chutaram tudo e foram embora?) enfim, terminei minha prova depois de 3h quebrando a cabeça. O resultado sairia no outro dia, na segunda feira, ao 12:30 da segunda, entrei no site da Facens para conferir o resultado, e adivinhem????? eeeeeeeeeeeeee eu não estava lá...mas tudo bem, era só a primeira lista, sairia uma segunda lista na quarta-feira...hoje é quarta, e eu fui novamente no site da Facens, com o resto machucado das minhas esperanças, e adiviiiinhem???? eu novamente não estava lá...legal não? é..muito legal...

Eu não lembro de ter chorado tanto, ai vocês pensam "era só uma prova", realmente...era só um papel com algumas perguntas, e que não me traria grandes mudanças na vida, mas pra mim, não era uma prova....era um desafio, uma porcaria de desafio besta de 50 perguntas que eu não passei, fiquei indignada em saber que todas as "mesas redondas" que tive a vida inteira aqui em casa, valeram sabe de que? Pra eu convencer todo mundo de que sou inteligente, isso mesmo, CONVENCER....Não que seja verdade =/ e agora eu vejo...que pra passar em provas, você não precisa ter lido muita coisa, não precisa saber de filosofia ou o ano em que nasceu Rousseau,não precisa saber o significado das musicas de Chico Buarque, não precisa ter uma opinião própria a respeito de Arte, não precisa saber o tamanho do vaso para cultivar uma Camélia, não precisa saber que os números dos endereços das casas são relativos à distância que as mesmas estão do início da rua....você precisa saber fazer equações, saber aquelas porcarias de física, ter lido livros de história, saber coisas de química, decorar aquelas coisas típicas das regiões que aprendemos em geografia....legal né? demais....

No meio dessa confusão toda, eu fiquei muito triste, decepcionada comigo mesmo quando me deparei com a fria realidade em que eu não estou preparada pra entrar no sistema(engraçado, eu vivo escrevendo sobre fugir do sistema.... Cecília tinha razão, um dia queremos fazer parte do sistema), e chorando feito louca no aconchego da janela do meu quarto(já escrevi sobre ela também), eu comecei a pensar na minha vida(eu sempre penso nela certo?rsrsrs não foi só nesse momento), e vi que apesar de tantas infelicidades, como se sentir menor, pequeno, apesar de as vezes me sentir tão longe do caminho certo....eu vi como é feliz a vida, como na foto em que coloquei aqui hoje, comecei a lembrar da felicidade que senti quando o Augusto subiu numa árvore esquisita, perigosa e que crescia numa ladeira, só pra pegar uma flor branca e esquisita que eu gostei, lembrei também das risadas que ele mesmo dava quando me ouvia contar minhas histórias, lembrei da decoração no quarto dele, que é basicamente constituída por objetos que eu fiz, por presentes que eu dei....Lembrei das infiniiiiiiiitas risadas que eu compartilho com Milena antes de dormir, de nós duas brincando no barro...de eu e Mel(irmã) cantando Pink Floyd no capô de um Uno....tenho tanta coisa pra lembrar...

Pesemos pois, se nossas tristezas superam as felicidades....

bju pra você que leu esse texto, acredite, eu gosto muito de tu!! rsrsrsrs
um monte de bj pra vc Augusto, que nem sempre lê o meu blog, mas me ouve quando eu estou triste e reclamando da vida...e quer saber? Obrigada também por aquela flor branca que vc me deu a muito tempo atras.....hj aquela flor fez muita diferença....

um abraço povo
bju!!

3 comentários:

  1. Sistema, sistema... Felicidade, felicidade... Não parecem ser muito equivalentes, né? Mas às vezes é preciso dançar conforme a música. Muitas vezes é preciso pagar pedágio ao sistema, pra que ele te permita avançar em direção à felicidade. Pode-se ir contra o sistema, evitar passar pelo pedágio, mas normalmente o desvio que fazemos é enorme e mesmo que não seja muito prazeroso, às vezes é mais simples pagar o pedágio, dançar a música que não gostamos, só pra ficar livre, sabe?
    Meus conhecimentos são muito mais da área de humanas, como você, Selmy. Mas acho importante não sermos completamente ignorantes em nenhuma matéria. Não devemos menosprezar nenhuma. Eu lamento minha ignorância em física, química... Mas não desistirei rsrs Se posso me permitir um conselho, aproveita que o que o sistema pede de você agora seja aprender. Aprender é sempre bom. Há muito de interessante nessas matérias "chatas". É preciso procurar. Lembrar que tudo vem de Deus, Ele fez as leis da Física. E conhecer um pouco de cada coisa traz equilíbrio ao homem.
    Como você disse, tem coisas muito mais importantes que uma prova, um desafio, uma análise fria e arbitrária de uma parte do conhecimento de alguém. Mas te encorajo a pagar o pedágio. Estudar bastante principalmente o que não gosta hehe Quando você passar no vestibular, estiver na faculdade, não vão mais te aperrear com isso. Você poderá estudar, ler só o que gosta (ou quase).

    Ah, pra física, indico um livro, que não li =p, "O Universo numa casca de noz". Pedro leu e gostou muito. Pedro... sim, o seu irmão. rsrs Acredite se quiser ;) Grande beijo! Estaremos orando por você.

    ResponderExcluir
  2. Estas questões estão envolvidas com a questão social mais não se preocupe não se faz ciência no Brasil nem na Facens nem na USP.
    Qual o nosso grande cientista da atualidade,nenhum isso é nulo no Brasil
    Quanto ao rito de passagem para o mercado capitalista o seja a universidade pode ter certeza que um dia você vai estar lá e isso tem pouco relacionamento com se índice de inteligência inclusive a escola e universidade podem nublar sua mente.

    ResponderExcluir
  3. Selmy, não vou escrever um grande texto pra comentar o seu. Digo apenas que gosto de tudo que vc escreve, porque vejo uma cabeça que pensa muito;e pensamentos vorazes sempre levam ao crescimento. Haveria coisa mais entediante do que uma cabeça vazia? Vá em frente: escreva muito.Eu vou lendo.E comentando aqui sentadinha na minha cadeira de vó.

    ResponderExcluir