terça-feira, 30 de março de 2010

Sogras, sogras, sogras!!!!

A foto não tem nenhuma ligação com o que vou escrever, enfim...

É engraçado parar pra analisar o que ouvimos por aí a respeito de sogra, uns dizem "nada contra", outros "não suporto", e numa infinidade de respostas concluímos que a maioria da população preferiria viver longe de suas respectivas sogras. Eu vivo uma realidade diferente, graças a Deus ...

Quando conheci o Augusto, eu juro que a última coisa em que pensei foi "acho que vou casar com ele", muito pelo contrário, ele era só o meu amigo, que eu admirava por ser um cara legal e prestativo, que tinha uma família muito boa, e pais dignos de um livro. Quando surgiu a idéia de namoro, logo eu pensei "os pais deles nunca vão gostar de mim", àquela idéia de "seres inatingíveis" era o que eu pensava á respeito do Pr.Natanael e da Jesuina.

A primeira vez que falei com a Jesuina como sua nora, o sentimento foi indescritível pois foi uma mistura de timidez, expectativa, um receio constante do que ela estaria pensando de mim, eu sabia que ela me analisava em tudo pra saber se eu era o que ela esperava pro filho dela, nada mais normal de sua parte! =p . Essa insegurança toda se devia à todas as histórias que já ouvi a seu respeito:
Quando era pequena, eu cresci ouvindo historias do meu irmão sobre a amizade extra-estrelar que ele desfrutou junto com o Henrique (o irmão do Augusto, coincidências da vida...) , histórias do Pr. de quando ele dirigia a igreja Batista Maria do Carmo, histórias que minha mãe contava das vezes que ouviu a Jesuina pregar. E assim passei a minha vida, já com a idéia estabelecida em minha cabeça que àquela família era um exemplo, uma família de ouro, ou alguma coisa do gênero...

Milena (minha irmã), ao ir trabalhar na IBCS, se tornou a minha ponte de acesso à essa família, porém, sem se dar conta disso. Eu passava minhas tardes com Milena em seu trabalho, não havia muito o que fazer (por isso acabei desenhando os pastores que passaram pela central, copiando suas fotos na parede), na sala ao lado da de Milena, ficava o escritório do pastor, um ambiente aconchegante, um cheiro de livro no ar, papéis sobre a mesa, uma cadeira confortável, e lá havia estantes recheadas com todos os livros de filosofia que eu pegava na biblioteca da escola, foi a primeira coisa que me fez começar a admirá-lo, algum tempo depois descobri que ele era formado em filosofia, teologia, entre outras coisas que na minha cabeça formavam o currículo perfeito. Aos poucos fui ficando à par dos currículos da família toda, e a minha idéia de família perfeita, somente se concretizou.

Sinceramente, vou confessar uma coisa pra vocês que estão lendo, eu estou a cerca de 30 minutos aqui e só escrevi essas poucas linhas, sabem porque? Porque eu não consigo achar uma linha de raciocínio que me leve a descrição perfeita do que eu quero contar. Então, vamos pular toda a introdução, pular as histórias que me trouxeram até as minhas conclusões atuais. Pois bem.
Hoje, a Jesuina é o maior exemplo de mulher que eu tenho, não sei de onde ela tira tanta paciência, persistência, dedicação, força de vontade! Simplesmente nunca a vi de mau humor! Eu sei que devemos procurar ser nós mesmos, construir nossas vidas de maneira unica, mas sinceramente, eu quero muito copiar os passos dela e um dia me tornar uma mulher tão digna de admiração quanto ela é.

Em relação ao Pr., eu não tenho muito o que escrever, eu não consigo descreve-lo, sua personalidade ainda não está definida na minha cabeça, eu ainda não sei quando ele está falando sério ou contando uma piada, ainda não tenho certeza do que ele pensa à meu respeito...o que posso dizer é que ele tem um acervo de livros invejável, ele tem um senso de humor interessantíssimo, ele demonstra ser um ótimo marido, um ótimo pai, um ótimo Pastor.

Henrique, cunhado massa...rsrsrsrs, um namorado dedicado, dono de livros que eu não compraria, piadista por 24h, sonhador de grandes planos, observador da sociedade tanto quanto eu, um ótimo professor. =D

E Augusto...dizer o que...é meu menino. Ele não ouve Pink Floyd e não lê muitos livros por ano, definitivamente não é a minha versão masculina, mas com certeza é o meu amigo, eu riu com ele, eu corro com ele, a gente chora junto, quando eu insisto muito a gente até lê junto! rs, a gente come bolinho de chuva, deitamos na rede, passeamos com meu cachorro, cozinhamos panquecas, raramente assistimos TV porque ele dorme...mas enfim...eu amo*

Desculpem o texto tão grande, certas coisas não admitem resumo!
Eu me sinto feliz de ter contato com essa família, admiro muito, gosto muito...enfim..

Um beijo povo*

Dois beijos xuxu**

domingo, 28 de março de 2010

A idéia de geração em geração...

Quem me conhece sabe da certa repulsa que eu tenho à idéia de ter filhos, gravidez, parto e nenéns são coisas que naão me atraem nem um pouco se quer, e não digam que é pela minha idade, porque eu conheço meninas de 13 anos que adorariam casar e ter muitos filhinhos porque adoram bebês, fraudas e mamadeiras, certo....é uma questão minha, nunca gostei, e fim...

A muito tempo me questiono no porque de ter um filho, qual é a lógica?? Analisando o mundo como hoje ele é, podemos concluir que o planeta, a humanidade e todo o sistema que conhecemos está caminhando para o fim, e nessa linha de raciocínio eu pensava: "pra que então ter um filho? Mais um a passar sede no futuro, mais um ser humano que terá problemas, sofrimentos, tristezas, choros e perdas, tudo isso pode ser evitado, não tendo um filho, encerrando uma geração, seria encerrar um possível problema". Certo...
Agora, você Augusto que odeia essa minha antiga idéia a respeito de filhos, vai gostar da minha nova conclusão..rs.
Hoje, durante a E.B.D (escola bíblica dominical), não sei como o assunto estava em machismo, sociedades antiquadas, povos antigos, reis, rainhas, culturas, enfim....a aula discutia o sistema, e por esses caminhos uma frase que eu mesma disse, me fez pensar um pouco além, eu disse "muitos problemas de interpretação na bíblia não existiriam se nas línguas a palavra "homem" não valesse também para o significado da palavra "humanidade".....porque, imaginem só, existem versículos que quando dizem "homem" querem dizer "humanidade" ,mas, por ignorância de alguns, a o versículo se deturpa em seu sentido e a palavra é espalhada de forma errada, interpretando esses versículos como se Deus desse preferência ao homem (macho), deixando a mulher em segundo plano, e na realidade duvido muito que Deus faça esse tipo de separação, somos todo importantes de igual maneira perante Deus...

E nessa linha de raciocínio eu fui andando, andando, e numa hora eu estava pensando "queria tanto que mais gente pensasse igual a mim, compartilhasse dos mesmos ideais". Eu sou uma pessoa racional, eu gosto de pensar e concluir coisas deixando de lado o fervor do sentimento, dos sentidos coisa e tal, então, por isso, eu consigo convencer um certo número de pessoas de que eu estou certa sobre certos assuntos, mas uma hora eu vou morrer, meu conhecimento, minhas idéias, minhas conclusões, os livros que li, tudo será enterrado junto comigo, e como fica?? O meu trabalho foi vão?eu lutei por ideais durante 70, 80 anos para simplesmente deixar de existir nessa terra? Aí entra o sentido do filho.

O filho, é o seu sucessor, ter um bebê é a oportunidade que Deus te dá de poder influenciar significativamente no crescimento e formação de um adulto, isso mesmo, filhos são adultos, não podemos olhar para um bebê e imaginar que ele será rosado e fofo para sempre, não, ele vai crescer, quando fizer 16 anos vai votar, e em quem votará? Quando terminar a escola vai entrar pra faculdade, vai mesmo querer entrar numa faculdade? Quando chegar em que vai querer casar, com quem ele vai casar?...essas são apenas algumas das infinitas questões que formam um ser humano, e pessoas mal educadas ( no sentido da coisa), fracassam em todas essas áreas, 98% dos acertos e fracassos de uma pessoa, é culpa ou mérito dos pais.

Então, agora aceito a idéia de ter um filho, até quero um agora..rsrsrsrs, porque se Deus me der um menino, quero zelar para que 24 horas ele esteja se tornando um homem exemplar, quero ensina-lo a ser cavalheiro, a ser cuidadoso, dar o exemplo de andar segundo a vontade de Deus, quero ensina-lo a saber votar, a pensar, a comer, quero facilitar as oportunidades, quero ajuda-lo a caminhar na direção à evolução do pensamento, e não ficar parado olhando as paredes e correntes como ilustrava o livro de José Saramago- A Caverna. E se Deus me der uma menina, quero ensina-la a ser mulher, a ser comportada, a ser esperta, quero ensinar que mulheres não devem ter como objetivo de vida casar e procriar, e sim crescer e se destacar, quero ensina-la ser feminina e delicada sem perder a vontade de lutar, de vencer, de concorrer, de trabalhar, de estudar e vencer....

Filhos, são a continuação na idéia, do objetivo, do pensamento, é quem vai carregar a sua bagagem quando você morrer, quem vai expandir seus ideais...é o que imortaliza o pensamento, já ouvi a frase, todo mundo já ouviu, não sei de quem é a tal "o artista se imortaliza em sua obra", não há obra mais complexa e genial que um filho, é uma obra que anda, que fala, que corre, que pensa, que conclui, discorda, concorda....

Agora vocês estão a pensar, que não podemos traçar os destinos de nossos filhos, eu sei, eu concordo....não podemos traçar os caminhos, mas podemos mostrar as estradas, e com uma boa forma didática, exemplo compatível com o discurso, e 24h de investimento, o filho certamente seguirá os ensinamentos dos pais, todo ser humano é inteligente o suficiente para tal coisa.

O grande problema é que hoje, os pais esquecem por segundos, por horas, que são pais!! Que tem uma pessoa analisando seus passos, bebendo suas palavras, imitando seu exemplo, ser pai não é fácil, ser mãe é...mais complicado (ninguém merece uma gestação rsrsrs), e o mais difícil, é que ser pai é 24h, então a grande questão é, ter um filho é fácil, mas....educar uma pessoa, é grande dificuldade, e nós, humanos pecadores, realmente não somos qualificados para tal missão, e aí entra Deus novamente na história, nunca criaremos filhos sem a ajuda absoluta de Deus....

Voltamos para o ponto inicial de nossa vida cristã, voltamos paras as primeiras aulas de E.B.D : temos que seguir a Deus, confiar e acreditar, "Entrega teu caminho ao Senhor,confia nele, e Ele tudo fará. Salmos 37-5"

Um beijo povo

Dois beijos Xuxu S2

sábado, 27 de março de 2010

A perda imaginária...


Na foto, uma flor seca, a primeira da minha coleção que em breve trocará de dono, darei de presente pra uma pessoa a minha coleção de flores secas, eu já tenho muitas!!na próxima postagem ponho aqui a foto do meu buquê (no meu orkut ja tem essa foto).

Enfim...Sara é pirada....ela nunca consegue se situar no mundo real, vive em seu mundo imaginário onde tudo acontece conforme sua vontade, ela realmente acredita que todos falam a verdade, que todos são amigos, e em meio a essas confusões interiores de Sara, ela conversa com um moço que no manejo impróprio de palavras a convence a ser seu amigo, Sara aceita, ela sempre aceita....

Ao decorrer de conversas sem sentido, o moço se torna interessado nos lábios de Sara, se torna pegajoso, e finalmente Sara entende que o moço não queria ser seu amigo, e sim seu amante, amante? Sara não quer essas coisas...moças iguais a Sara não traem seus amores....de jeito nenhum....

Se desvencilhando das propostas indecentes Sara finalmente corta relações com o rapaz, deixando-o no silêncio de sua ausência, porém, ficou receosa de contar a historia para o seu querido amigo, amor que a acompanha em vida por estradas tortuosas, aquele mesmo menino que cheira a camomila, lembram??

Nesta noite Sara não dormiu, chorou amargamente lágrimas ácidas pela idéia de que perderia seu amor, e se virava de um lado para o outro da cama, molhando ambos os lados do travesseiro, e sua cabeça rodava pensando no passado digno de conto de fadas, no presente tempestuoso e no futuro nebuloso....sua garganta fervia por imaginar que jamais chamaria por ele, seus olhos se fechavam na esperança de quando abrissem teriam a visão dele chegando, seus ouvidos se fechavam pelo medo de ouvir qualquer som que não fosse a voz de quem a atordoava....

E a noite se passou assim, escura e silênciosa, regada pela dor da perda que Sara nem tinha certeza que recebera....enfim o dia chega....o sol desponta no horizonte numa calma venerável, tão longe de nós que talvez seja por isso que ele anda calmamente, pois sabe que nossos baldes de água fria nunca o irão atingir, que nossas vozes não chegam até ele, que nossos choros não são nem percebidos....

Sara inchada e vermelha revelando horas de choro, levanta preguiçosamente da cama, arrasta os pés até o telefone, liga pra ele:
-Alô? Sou eu...
-Oi amor fale....
Sara conta detalhadamente os ocorridos recentes, entre soluços e fungadas. Numa voz calma e acolhedora ele responde:
-Não se preocupe, eu entendi....
Sara desliga o telefone....senta na cadeira da sala, apoiando os cotovelos sobre os joelhos ela se coloca a pensar, lembrar...e conclui falando baixinho:
-Não acredito que chorei a noite toda uma perda imaginária....

...

quarta-feira, 24 de março de 2010

Tristezas X Alegrias

Então....Pra quem não sabe, domingo passado eu fiz uma prova pra entrar num cursinho pré vestibular (na Facens, uma faculdade daqui), eu estava empolgada sabe, seria legal fazer cursinho esse ano, não me esforcei muito, no dia da prova acordei 6:30 da manhã, o Augusto acordou bem humorado e tomamos chá no café da manhã...certo. Fomos pra Facens, chegamos 8:30, a prova seria às 9h, achamos minha sala, ele foi embora, a prova começou, tinhamos 4h para fazer a prova, eram 50 questões, fiquei espantada ao ver que metade da sala saiu na primeira hora, achei incrível terem feito tão rápido (ou será que chutaram tudo e foram embora?) enfim, terminei minha prova depois de 3h quebrando a cabeça. O resultado sairia no outro dia, na segunda feira, ao 12:30 da segunda, entrei no site da Facens para conferir o resultado, e adivinhem????? eeeeeeeeeeeeee eu não estava lá...mas tudo bem, era só a primeira lista, sairia uma segunda lista na quarta-feira...hoje é quarta, e eu fui novamente no site da Facens, com o resto machucado das minhas esperanças, e adiviiiinhem???? eu novamente não estava lá...legal não? é..muito legal...

Eu não lembro de ter chorado tanto, ai vocês pensam "era só uma prova", realmente...era só um papel com algumas perguntas, e que não me traria grandes mudanças na vida, mas pra mim, não era uma prova....era um desafio, uma porcaria de desafio besta de 50 perguntas que eu não passei, fiquei indignada em saber que todas as "mesas redondas" que tive a vida inteira aqui em casa, valeram sabe de que? Pra eu convencer todo mundo de que sou inteligente, isso mesmo, CONVENCER....Não que seja verdade =/ e agora eu vejo...que pra passar em provas, você não precisa ter lido muita coisa, não precisa saber de filosofia ou o ano em que nasceu Rousseau,não precisa saber o significado das musicas de Chico Buarque, não precisa ter uma opinião própria a respeito de Arte, não precisa saber o tamanho do vaso para cultivar uma Camélia, não precisa saber que os números dos endereços das casas são relativos à distância que as mesmas estão do início da rua....você precisa saber fazer equações, saber aquelas porcarias de física, ter lido livros de história, saber coisas de química, decorar aquelas coisas típicas das regiões que aprendemos em geografia....legal né? demais....

No meio dessa confusão toda, eu fiquei muito triste, decepcionada comigo mesmo quando me deparei com a fria realidade em que eu não estou preparada pra entrar no sistema(engraçado, eu vivo escrevendo sobre fugir do sistema.... Cecília tinha razão, um dia queremos fazer parte do sistema), e chorando feito louca no aconchego da janela do meu quarto(já escrevi sobre ela também), eu comecei a pensar na minha vida(eu sempre penso nela certo?rsrsrs não foi só nesse momento), e vi que apesar de tantas infelicidades, como se sentir menor, pequeno, apesar de as vezes me sentir tão longe do caminho certo....eu vi como é feliz a vida, como na foto em que coloquei aqui hoje, comecei a lembrar da felicidade que senti quando o Augusto subiu numa árvore esquisita, perigosa e que crescia numa ladeira, só pra pegar uma flor branca e esquisita que eu gostei, lembrei também das risadas que ele mesmo dava quando me ouvia contar minhas histórias, lembrei da decoração no quarto dele, que é basicamente constituída por objetos que eu fiz, por presentes que eu dei....Lembrei das infiniiiiiiiitas risadas que eu compartilho com Milena antes de dormir, de nós duas brincando no barro...de eu e Mel(irmã) cantando Pink Floyd no capô de um Uno....tenho tanta coisa pra lembrar...

Pesemos pois, se nossas tristezas superam as felicidades....

bju pra você que leu esse texto, acredite, eu gosto muito de tu!! rsrsrsrs
um monte de bj pra vc Augusto, que nem sempre lê o meu blog, mas me ouve quando eu estou triste e reclamando da vida...e quer saber? Obrigada também por aquela flor branca que vc me deu a muito tempo atras.....hj aquela flor fez muita diferença....

um abraço povo
bju!!

quinta-feira, 18 de março de 2010

Canella

















Já parou para pensar nos cheiros? Não no cheiro do perfume, no cheiro das coisas, das pessoas, da árvore, da casa...

Sara é morena, já cresceu, não está mais com seus 8 ou 9 anos, agora desfruta da juventude que só os jovens entendem. Sara tem uma cicatriz no braço direito de um machucado que fez em sua infância, mas quem é que não tem cicatrizes não?! Mas a idéia da imagem de Sara é muito mais profunda do que apenas uma moça que se divide em tons de marrom, é também uma moça que cheira a canela, e não é pelos perfumes, sabonetes e cremes que usa, não, ela simplesmente cheira a canela.

Quando era criança, com seus 6 ou 7 anos, Sara conheceu um menininho que já se descobria em sua pré-adolescência, o menino não tinha nome, se tinha Sara nunca soube qual era, ele era moreno com os olhos tristes, um cabelo grande, os dentes separados, e nesse conjunto todo uma personalidade esquisita o apimentava, elétrico como qualquer rapazinho, corria de um lado ao outro da sala sem notar a presença de Sara, mas Sara por sua vez, na delicadeza que só uma menininha pode ter, notava que toda vez que o menino passava por ela deixava um cheiro de camomila no ar, ao certo o cheiro se devia aos remédios que sua mãe dava para ele se tratar de sei lá o que, não faz mal...com ou sem doença, camomila não faz mal. Sara nunca mais o viu, o menino se mudou, foi crescer em outros ares.

Sara cresceu normalmente, conhecendo pessoas, fazendo besteira, comendo doce, fazendo festa de aniversário, essas coisas. Certa vez, no meio de um dia corriqueiro, Sara no escritório de sua irmã fazendo hora, entra na sala um moço baixinho, com olhos tristes, pedindo papéis...ao ir embora deixou no ar o mesmo cheiro de camomila...hã?

Uma moça que cheira a canela, um rapaz que cheira a camomila....isso parece até um chá!


segunda-feira, 15 de março de 2010

Nossos quartos escuros

Sárah é uma menininha esquisita, ela está por volta dos seus 8 ou 9 anos, tem cabelos lisinhos e curtos na altura dos ombros, possui uma marca no braço, parece ser de um machucado, crianças se machucam, não há o que fazer.
Num quarto iluminado só por uma abajur que direcionava sua luz diretamente para a cama, num canto escuro estava Sárah encolhida no chão abraçando seus joelhos e olhava para a porta num olhar um tanto vago, Sárah pensa muito no infinito, Sárah raramente presta a atenção em alguma coisa...
Alguém bate de leve na porta, Sárah olha assustada e num sussurro diz entre os dentes:
-Não entre....
A porta se abre e um menininho olha curioso o interior do quarto sem se dar conta da menininha encolhida no canto, ele ascende a luz, senta na cama analisando a macies das cobertas, Sárah se levanta como que ofendida e olhando diretamente pra ele diz:
- Get out, i do not want you to see anything!
O menininho virou a cabeça como quem não entendeu nada....
- que?
Sárah chegou perto do garoto, sussurrou em seu ouvido:
-Eu não quero que ninguem mais veja o machucado no meu braço, todos querem ver...eu não gosto.
-Eu só quero ver o que você me mostrar...
Sárah olhou o menino espantada, analisou seu olhar pra ver se achava sinceridade....mostrou o machucado no braço rapidamente, olhou perdidamente para o chão, riu pro menino :
-Vou te mostrar minha coleção de conchas, e lembre-se: só você pode entrar aqui!
-Falando nisso, que lugar é esse afinal? Eu estava andando por ai, e encontrei essa porta....
Sárah olhou para os lados para se certificar de que ninguém os ouvia, e falou baixinho:
-Você está na minha cabeça, não faça alarde...
-Você é estranha Sárah, sabia?
-Eu sei...também não conte pra ninguém.
Os dois riram inocentes, e foram contar conchinhas....

sexta-feira, 12 de março de 2010

Cuide bem de você mesmo!!

























Gente, hj eu quero falar de saúde...
Ontem Milena quando voltou do seu curso de nutrição, nos contou tudo que ouviu numa palestra de uma mulher que sofreu de botulismo, uma doença terrivel que ataca seu sistema nervoso, a pessoa começa a perder os movimentos, até que a bacteria chega nos pulmoes e coração e a pessoa morre, mas se essa bacteria for ingerida em baixa quantidade, a morte é lenta, pode-se entrar em coma, perder a visão, perder a fala...tudo..horrivel...
Essa doença é contraida ao ingerir alimentos em conserva, principalmente as conservas feitas em casa, essa mulher que deu a palestra só sobreviveu pq era muito rica, seu tratamento custava 5 mil reais por dia!!!...
Nos prevenimos disso td fazendo uma coisa muito simples: tendo uma alimentação saudadevel, prefira coisas cruas, verduras, legumes...brócolis..ahuah
Gente...agora mudando de assunto mas ainda falando de pessoas =).rs
Ontem voltando da igreja, a gente passou por um lugar onde viviam pessoas muito pobres, naqueles barracos feitos de pedaço de maderite, uns pedaços de telhas para remendar as paredes que de tão mal feitas podiamos ver a movimentação dentro da casa, foi triste ver aquilo tudo...Eu sinceramente pensava que isso era uma realidade muito distante, que gente pobre assim só vivia laahhh no alto sertão, nas favelas de São Paulo, nos morros do rio....mas não, ta aqui do meu lado, ta ai do seu lado!...nao devemos ignorar nunca a existencia de pessoas tão sofredoras assim, vamos orar por elas!
Galera, hj eu brinquei na terra..amanha eu posto sobre isso.rs
um bjuuuuuuuu
e pra xuxu...alem de um bj eu digo uma coisa: não quero ser sempre uma solução, e sim sempre um refugio de todos os seus problemas, isso eu garanto que posso ser =)


quinta-feira, 11 de março de 2010

Tristeza (postagem pro Augusto)

Lendo um livro de Ruben Alves "tempus fugit", um dos capítulos se entitulava "tristeza", e a explanação do assunto dizia que a tristeza não é nada mais que apenas saudade, pense bem...ele tem razão.
Aqui no sítio é muito bom, eu adoro a rua de terra, o quintal com árvorezinhas crescendo, ter no horizonte uma paisagem verde, é tudo muito bom. A janela do meu quarto permite uma visão privilegiada do ambiente todo, por esses dias começou uma chuva fininha, e eu fui pra minha janela observar a água cair, as nuvens no céu andavam rapidamente (tanto que a chuva foi rápida) , as árvores balançavam graciosamente, e um filete de água da chuva corria pela lama do terreno do vizinho, uns passaros se arriscavam a voar na chuva, e um ventinho frio passava pela janela, observar toda aquela cena foi realmente brilhante. Eu olhava encantada pra as árvores se balançando, e no meio diso tudo e do meu olhar admirirado, uma tristeza bateu, eu daria tudo pra que o Augusto estivesse comigo vendo a chuva cair, a triteza foi saudade, saudade do banho de mangueira, saudade do bolinho de chuva, de comer esfiha dentro da kombi enquanto o mundo desabava em água (...), saudade de rir do que Deus pensa quando faz chover e molha as pessoas na rua..hauhauah...saudades e mais saudades...

quarta-feira, 10 de março de 2010

A flor que vive na sombra...

A foto não tem muito a ver com o que eu vou escrever.. mas tanto faz.... de qualquer forma a montagem de fotos é fofa né?
O assunto hj é "mulheres"...taí um assunto que não me sai nunca da cabeça:machismo, sociedade injusta etc e tal....e todo mundo adora dizer que nem eh um assunto tão importante assim, e que se eu pensasse menos eu viveria mais em paz.Mas...eu não consigo..rs
O que me faz ficar tão indignada é o fato de que a sociedade Não funciona sem as mulheres, e mesmo assim ela é ligeiramente rebaixada...qual é a lógica disso?
Esse sistema todo em que numa casa o homem manda, a mulher cuida de tudo e todos da familia, os filhos obedecem e a coisa funciona...o engraçado é que a unica familia que eu conheço que chega mais perto do meu conceito de ideal, não segue esse padrão..e ai?
Certa vez, conversando sobre esse tema com uma pessoa...esse alguém disse assim "Na realidade, tudo que o homem faz é pra mulher dele, ele trabalha por ela, vive por ela, compra tudo por ela, e só espera uma coisa de sua amada: respeito e obediência"...péra aee né? Por que esse negocio todo mew? não conseguimos pensar sozinhas? fala serio...
Outra vez..conversando sobre esse tema só que dessa vez com uma mulher, ela disse: "se vc reparar bem, o papel feminino é muito mais confortavel quando ela vive pra sua cara e sua familia e obedece ao seu marido, afinal, vc só segue certos trilhos, se algo der errado a culpa não eh sua..." ....então é por medo de errar que a historia nos colocou nesse lugar?....Viver confortavelmente sobre a deliciosa sombra do ego masculino é o ultimo conforto do qual preciso...
Eu não concordo com o dia internacional da mulher...mas isso é um assunto que eu já fui aconselhada a não falar por ai..rsrs...então deixemos pra lá...Mas....todos os dias, são os dias de todos...eu não quero ser homem, não quero que os homens sejam mulheres, não quero que ninguem inverta o papel, mas eu quero sim, que todos sintam e vivam a importancia de todos...
Eu não sou feminista, muito pelo contrario, não sou estremista de maneira nenhuma, em nenhum assunto, eu gosto é da verdade, da justiça, da igualdade de valores....
Tenho tanta raiva quando numa rodinha de amigos, um menino diz "fiquei com 10 meninas na balada"...todo mundo "óóóóóó"....quando uma menina fala "fiquei com 10 meninos numa balada"....todo mundo "óó que quenga"....qual é a logica disso? o respeito pelo proprio corpo não deveria ser tomado por ambos os sexos??
Por que naquele baboseira da poligamia é o homem que tem 5,6 mulheres...e as mulheres dividem um marido com mais um monte?....
Um dia eu perguntei "em que momento da historia, ser homem virou vantagem?"...me deram uma explicação até que bem aceitavel, "antes de cristo, a incidencia de guerras era muito grande, e como só os homens iam pra guerra, a população feminina se descontrolou em seu numero, e assim a estabilidade entre o numero de homens e mulheres ficou abalada, Deus, com sua bondade etc e tal, permitiu que um homem casasse com mais de uma mulher, para proporcionar as mulheres a realização desses desejos de ter filhos, casar e talz...dando oportunidade a mais mulheres entendeu?...e o homem(ser humano) como tem uma predisposição a ser egocentrico, se achou o maximo por possuir mais de uma mulher...e ai surgiu o machismo etc e tal"....
São tantos os motivos pelos quais a historia tomou o rumo que conhecemos...São tantas as minhas revoltas nesses assuntos...ahhh aiaia i...

um bj povo
dois bj xuxu

terça-feira, 9 de março de 2010

"Não vou deixar o passado morrer"


Hoje ouvi essa frase...é pesada né? é profunda também, afinal, o passado é feito de tantas lembranças, umas realmente são tão boas que não queremos jamais deixa-las cair no mar do esquecimento, mas existem outras...lembranças ruins, que se pudéssemos esqueceríamos, é passado também não é? qual é o passado que não queremos deixar morrer?
Estava refletindo hj sobre o "eu"...o que é isso não?Quando pensamos nessa pergunta "quem sou eu?"...logo surge uma resposta estúpida e pobre dizendo "eu sou eu hora bolas.." você é bem mais complexo que um nome e um cpf ...imagino que sim não?
O que forma uma pessoa? Me responderam hj dizendo "a pessoa é a consciência dela, somos o mesmo desde o nascimento, até a morte, a vida é amadurecimento dessa consciência" Isso...eu concordo em parte, pra mim essa teoria explica a nossa essência, mas não somos só essencia...quando compramos um perfume,o perfumista não vem com o perfume(o liquido) na mão e nos dá, não, quando compramos um perfume ele vem num frasco, até chegar ao momento da venda, ele ja foi uma flor, passou por mil processos até chegar ao balcão da natura.rsrs, e nós, sendo ainda mais complexos que um perfume, não somos só essencia (personalidade), somos histórias, somos conversas, somos choros e risos, são tantas as coisas que nos formam....e no final, quem somos?rs
Muita gente adora me dizer que me conhece...quanta prepotência! Em minha vida, passei, vi pessoas, tive conversas, fui em lugares, fiz coisas que ninguem sabe, quase ninguem (obviamente existem 2 ou 3 pessoas que sabem de todas as historias), eu fiz cicatrizes, fiz marcas que eu escondo muito bem atraves de palavras, maquiagens, roupas... e eu só mostro minhas cicatrizes pra quem eu quero...então a pergunta volta a pairar: Quem me conhece?
Eu não sou mais um Bebê como na foto....eu penso muito, penso o tempo todo...e não concluo nada, quem eh que pode com isso?rsrsrs
Sem a pose que devemos fazer quando alguem entra na sala, sem o jeito que seguramos o talher devido à etiqueta, sem as roupas de grife, sem o salto alto, sem o terno de domingo, a roupa da missa, sem o livro que vc tem só pra mostrar pra não sei quem que gosta daquele tal escritor...sem as pernas cruzadas na hora de sentar, sem o anel de compromisso que tu tens no dedo, sem a chave da porta da sua casa, sem o seu carro na garagem, sem a sua chapinha, sem a seu medo de que descubram você....Quem é você??

um bj povo
dois bj xuxu

segunda-feira, 8 de março de 2010

Quebra-Cabeças


Como seria a pessoa perfeita??
Nós às vezes imaginamos que o par perfeito é aquele que é igual a nós, come as mesmas comidas, ouve as mesmas musicas e lê os mesmos livros...
Creio que a coisa não é bem por ai...aliás, eu pensava assim, mas forças maiores me fizeram mudar de ideia. Já ouviram aquela frase "toda penela tem sua tampa"?? Se a penela e a tampa fossem do mesmo formato elas não encaixariam...mas como eu não gosto de falar de panelas, vou usar outra imagem, um quebra-cabeça.
Todo mundo ja teve um quebra-cabeça, um jogo com um monte de pecinhas que se encaixando formam um desenho. Quem ja teve esse jogo, sabe que as vezes acontece de peças de quebra-cabeças diferentes se encaixam, mas o desenho que formam obviamente não faz sentido.
Agora imagine um jogo desses com apenas 2 peças...você é uma delas, e em algum lugar você tem uma falha, uma falha que faz o seu desenho ficar sem sentido, então, a peça que te completa tem uma saliencia que se encaixa na sua depressão e ai sim, um desenho se forma.
Mas como eu já disse, existem peças de quebra-cabeças diferentes que se encaixam, e as vezes isso acontece conosco, e quando isso ocorre, nos encaixamos perfeitamente na outra peça, mas o desenho não faz sentido, e um dia todos inclusive você, verão que o desenho que vocês formam é feio, e ai? que acontece?..sei la
Então, não devemos procurar pessoas perfeitas, e sim pessoas que nos completam, que têm defeitos onde temos qualidades, e que qualidades onde temos defeitos, e assim formaremos desenhos bonitos, lógicos, e tudo mais. rs
Eu paro por aqui pq imagino que meu tema de hj não está muito profundo..rs...só escrevi sobre isso por causa do desenho que fiz(a foto da postagem)...
Um beijo pra todo mundo, pra vcs que ja encontraram a peça que faltava, pra vcs que ainda não boa sorte!
Um monte de de bejoooo pra vc xuxu, formamos um desenho legal..imagino que seja um livro aberto com uma bola de futebol em cima..rsrs..amo tu =)
bjuu

domingo, 7 de março de 2010

íntima ilha

Você está num avião, ele cai no mar e todos morrem....menos Você!
Nadando sem cansar você chega numa ilha, grande ou pequena..tanto faz, ela é imaginaria...
A ilha é longe, longe de todo o resto do mundo, o resto da sociedade, da sua familia, do seu namorado(a), longe do seu filho e seu seu cachorro, longe....
No primeiro dia, você passa as 24h sentado na praia olhando pro horizonte à espera de um socorro, de um barco...de uma luz
No segundo dia, ainda ensolarado, você sente um pouco de fome, entra um pouco na floresta e acha uma fruta qualquer pra comer...
No terceiro dia, você começa a imaginar que não vão de buscar, que te esqueceram, que te deixaram...
Lá pro oitavo dia...você se convence de que está sozinho...pra sempre, sozinho por completo....
Buscando construir um lugar pra viver, você vasculhando seus pertences sobreviventes da queda na água, encontra sua carteira com dinheiro dentro, conta o dinheiro, conta de novo, guarda novamente a carteira e vai tentar construir uma cama, uma parede, um telhado...uma fogueira
Dias depois, o dinheiro na sua carteira não significa nada mais que folhinhas de papel com a foto de um bicho...
Depois, suas roupas começam a se gastar e se rasgar, enfim acabam e você vê que não precisa de roupas...
E enfim....depois de anos, você come de tudo, dorme em qualquer lugar, e o 1milhão de reais não valem mais que uma banana...
E finalmente chegamos no verdadeiro Eu.Você é o que é, se você gosta de azul não use rosa só pq a modelo mais top está usando, se você gosta mais de brócolis do que de carne, vá comer verduras em paz! Se você ama alguem que não está nos padroes, feche os olhos e os ouvidos para os comentarios negativos e vá..vá fundo até alcançar o que você realmente é!busque dentro de você sua cor favorita, sua comida favorita, suas musicas, seus gostos....se desligue dessa sociedade corrupta e sem vida, quebre os concretos à sua volta, quebre os trilhos que te prendem ao sistema....o sistema está errado, fuja deeeeeele!!!!!! vá ler, vá correr, vá viver....viver a sua vida, não o seu governo!
um beejo povo
dois beeeeju xuxu amo tu S2

sexta-feira, 5 de março de 2010

Sorrisos


































Desculpaaa povo, eu sempre esqueço de virar o celular quando vou fazer um video, acaba saindo sempre torto....foi malz, eu vou melhorar.
Hoje eu vou escrever sobre sorrisos...não será nenhum pouco profundo, será só um texto sobre o que eu vim pensando hj no caminho de volta pra casa, depois da escola.

Já pararam pra pensar no o que é um sorriso? que coisa mais esquisita que é? se desligue dos sentimentos e por quês de um sorriso, se concentre só na imagem...uma pessoa puxando involuntariamente a bochecha pra cima, abrindo a boca e mostrando os dentes e enquanto isso tudo acontece ela ainda faz um barulho esquisito..ou seja, risos são estranhos...
Pensando nisso eu comecei a lembrar de algumas coisas...umas cenas de muito tempo atrás ...
Quando eu era pequena, uns 6 anos, eu morava aqui mesmo onde estou morando hj (mas na época não havia nem vizinhos,nem casas por perto nem nada), e brincando com alguma coisa, eu sai correndo pelo quintal, e eu sorria com uma vontade sem fim! e eu me perguntava "do que que eu to rindo???" e eu não sabia responder, só sabia que queria muito rir...um momento feliz perdido por entre minhas memórias...
Certa vez, eu tinha uns 12 anos, eu dirigi um carro pela primeira vez, e desde que eu sentei no banco do motorista até o momento de eu sair dele eu estava sorrindo, e eu nem queria rir!mas era incontrolável....
Agora sim vou falar dos sentimentos dos sorrisos....Quando somos crianças, rimos quando queremos rir, e quando não queremos...a gente não ri! já por outro lado, quando resolvemos crescer somos forçados a dar falsos sorrisos....Todo mundo conhece uma pessoa mala, uma pessoa que ninguém suporta, e quando ela vem dizer oi, vc se enche de mascaras da um sorriso de orelha a orelha e diz feliz "oiiiiiiii tudo bom?"....ai eu me pergunto "pra quê???"...não seria muito melhor se ríssemos só quando quiséssemos rir!?...

Imagino que esse assunto seja uma vertente dos mesmo que escrevi em "primeira vez" , afinal "risos" tem tudo a ver com emoções....Voltando...
Eu quero convidá-los a rir...a rir de verdade e com vontade, não agora pare de rir!! eu to falando de rir, quando quiser rir, aquele sorriso sincero, que vc dá sem saber porque, quando está correndo! Eu quero que o sorrise vire novamente uma expressão de total felicidade sempre que for dado...e nao um "sorriiiiiia aquele mala ta chegando!!"
Na realidade...eu to meio no "infinito" hj e não to conseguindo escrever o que eu quero passar..entao vamo para por aqui
olha povo..nas fotos:Eu com a minha Popis,Meu quadro,Minha coleção de fotos 3x4 e por ultimo a foto da nossa rua aqui no sitio.
Um bj pra todo mundoo que leu o meu blog hj =)
E um bjãooo,um abraço demorado, um bj melado,um bj na testa pro meu xuxuuuu.t amo*

quinta-feira, 4 de março de 2010

Meu dia...





videoEu de Cowboy,o meu bolo de sitioo, o augusto feliz,Nalla de fraudinha....e no video,são meus amigos pirados imitando um boneco de posto...hauhuaha

Ceciiiii a minha mais fiel comentarista, amoo tu S2
Sabe que no meu texto "primeira vez" a parte em que falei do cachorro,de reparar de novo que ele eh um bixo legal, eu tirei isso daquele livro tambem "o mundo de sofia"...rs....originalidade eh tudo neh..rsrsrsr

Volteiii a fazer trufas!!!enquanto to escrevendo agora, tem 42 trufas na geladeira =D
Hoje tive aula de fisica...nao vale a pena nem comentar!
Rany ta precisando de um banho,Nalla ta cheirosa como sempre...lol
Hoje vou de moto pra igreja com jether,a kombi ta no mecanico.
hmm....eu acordo 6h pra sair de casa 6:30 pra chegar na escola 7h,no caminho pra lah eu pego estrada,transitos e coisa e talz...essa estrada que pego tem uma montanha numa das suas laterais, então quando o sol está nascendo, num lado da estrada td fica sombreado, do outro lado as árvores ficam com suas copas alaranjadas pela luz do sol,é lindo!!gostaria que todos vcs que lem meu blog pudessem ver essa cena!
um bj povo,vou fazer chocolates =)
dois bjs xuxu

quarta-feira, 3 de março de 2010





Ranyyyyy...o chachorro mais esquisito do mundo.e eu amooo de paixão.é meu bebee

































eu adoro esse cachorro...aquele olhar de dó que só ela sabe fazer...ela senta na cadeira como se fosse uma pessoa,e agora descobrimos que ela gosta de rede tb...rsrsrsrs

Gente ..orem por mim...dia 21 eu vou fazer uma prova,pra ver se entro num cursinho p´re vestibular aqui em sorocaba!
Anteontem eu fiz bolinhos de chuva!
Emagreci 1kg!
Falta menos de 15 dias pra completar 1 ano e meio de namoro,e eu adoooro isso, perspectiva de futuro explendida,tudo ta indo no caminho certo, Deus ta lah em cima dizendo "finalmente ela se encaixou"..rs
Respondendo um comentario:
No meu texto "primeira vez"...eu acho que eu nao fui muito clara,eu nao quis dizer que devemos tentar buscar a primeira vez em tudo,mas buscar a emoção da primeira vez,valorizar todos os dias tudo e todos!Olhar sempre pro passado realmente nos faz nao enchergar o futuro,mas na realidade o que eu quis passar foi a vontade que eu tenho de que o interesse nas coisas não mude ao ponto de nao valorizarmos mais entendem?
na verdade,o meu grande medo em relação da vida, eh o de perder por nossos caminhos as cores que compõem a vida...cair no mormaço, cair numa rotina cansativa....
eu nao sou contra rotinas..afinal a vida sem ela eh impossivel, mas as rotinas da vida cansam, e o que nos faz nao pirar eh nos agarrar em pessoas,em amizades,em risadas....em viagens...mas tudo isso por mais maravilhoso que seja perde a graça se nao soubermos dar emoção a tudo...
enfim....sei la..rs
bjuuu povo
dois bjuuu xuxu

segunda-feira, 1 de março de 2010

Chás e histórias




Eu tomo muito chá, antes de conhecer o Augusto ja tomava muito, mas depois que o conheci a quantidade de xícaras triplicou...
Quando fui pra Recife de ferias a milhoes de anos atras, passei uma madrugada jogando canastra com Mel e tomando café, cheguei a conclusão de que prefiro chá...é saudável, é leve, e forma uma cena que muito me agrada, tenho inúmeras lembranças onde o chá esquentava conversas interessantes entre pessoas interessantes...como Paulo de Andrade, até hj eu não acredito bem que ele faleceu, ele era a minha inspiração em artes plásticas, era a personificação da palavra "arte", com sua boina de lado, o bigode com as pontas pra cima e um filete de barba no queixo, os olhos azuis e pequenos emoldurados por óculos redondos que se encaixavam tão bem....e no seu restaurante ele tinha o cantinho dele,iluminado por grandes janelas de vidro, uma mesinha redonda de madeira com cadeiras acolxoadas...e ali ele ficava..tomando chá!tudo lá tinha um cheiro incrível....
Recentemente voltei lá no restaurante de Paulo A. fui comemorar meu aniversário de namoro,que por sinal foi um almoço maravilhoso, mas eu levei o Augusto lá pra ele sentir tambem a energia taquele lugar, e nao deu....o lugar não tem mais aquele quê....agora parece só um restaurante dentro de um vagão muito bem decorado....nada mais que um vagão decorado...

Hoje eu tomo chá e logo me lembro de todos os momentos frios que passei com o Augusto, não existe bebida melhor, desce quentinho arrepiando a nuca, esquenta a mão e deixa tudo com cheiro de chá (morango com chocolate foi nossa ultima descoberta)...
Deixemos o chá de lado, afinal ele não é muito mais que água quente, o que eu queria escrever era sobre o que ele me lembra....e me lembra aconchego,profundidade,seriedade...dexa pa la..rs

um bj povo
dois bj xuxu