quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Ausências


"A primeira coisa que tenho que dizer é o quanto é inútil garimpar palavras no meu vocabulário em busca de palavras ou expressões para dizer o quanto já está sendo dolorosa sua ausência"

Não é uma frase minha,ma nao posso por o nome do autor,por ele nao publicou isso,essa frase é um trecho de uma carta,carta que nao foi enviada,mas enfim,essas palavras definem muito bem o que uma pessoa sente quando ama.

A ausência é algo interessante,é legal pensar o quanto pode ser dolorosa a ausência de alguem,nem que esta seja por algumas horas,ou minutos,quando se torna dias pode ser insuportável...

Eu sinto as vezes,que o mundo está com um lugar vazio,o meu lugar,eu me afasto de tudo pra pensar,tentar achar soluções,tentar entender os pqs,as duvidas borbulham,e a lacuna continua,talvez alguem um dia preencha meu lugar,tome minhas obrigações...enfim,eu fico meio perdida..eu sou.meio perdida,e por alguma razão,tem uma pessoa que me traz de volta a realidade,que me puxa,que me sacode e diz "acorda"...ela sempre diz "vc é sossegada de mais Selmy,nao liga pra nada"...eu ligo sim,mas nao...é vdd nao eu nao ligue mesmo....mas a questão eh que...existem pessoas,que eu gostaria de que estivessem comigo 24h,pq elas..me sustentam,eu sofro as ausencias,dos que por alguma razão deveriar sempre estar comigo....ausencia de colo,de abraço,de afago,enfim....nao devemos ser sozinhos...se abracem.


Há tb a ausencia de quem nunca mais volta,essas nem vale a pena comentar,afinal,nada faz mudar a realidade da perda da vida,da morte.Triste mesmo é quando alguem que nao morreu se vai,se vai pra sempre,nao quer voltar,vai por conta própria,isso sim é doloroso...ainda digo,repito,se abracem.


Concluo da seguinte maneira,se a ausência de alguem querido é tão dolorosa,devemos aproveitar todos os segundos quando estivermos na companhia de quem amamos,de quem nos faz bem,enfim...nos abracemos,enfrentemos juntos as dores da vida,as perdas,compartilhemos as alegrias,as tristezas....se abracem.


bj povo

c cuidem

Um comentário: